Qual a ligação entre ansiedade e compulsão alimentar ?

A ansiedade é um sintoma muito comum nas pessoas que apresentam algum distúrbio alimentar como bulimia e compulsão. Ela ainda é apontada por muitos estudiosos como sendo a causa desses distúrbios. Porem, a ansiedade não é uma “estrutura básica”. Ela é mais prejudicial em pessoas que não sabem viver no “vazio”. O ansioso, por viver sempre no que “ainda vai acontecer”, cria um vazio na sua vida. Esse vazio – que não é suportado pelo ansioso – será preenchido com algo que lhe dá prazer. No caso, a comida.

relação entre ansiedade e compulsão alimentar GATDA

O espaço de tempo existente entre o agora e o depois, como por exemplo: ter um compromisso para o dia seguinte, e entre o hoje e o amanha existe um espaço de tempo intransponível, e neste espaço de tempo muitas coisas acontecem a nossa volta convidando-nos para partilhar daquele instante como ter uma boa noite de sono para estarmos descansados para o compromisso do dia seguinte.

Toda e qualquer programação que fizermos acerca de como agir nessas situações sufoca nossa originalidade, comprometendo a espontaneidade que nos permitimos expressar de acordo com o que o momento exige, atuando de maneira harmônica e saudável na situação.

Portanto, a atitude que provoca a ansiedade é a falta de habilidade de viver na “lacuna do tempo” entre um evento e outro, ou seja, no presente.

O compulsivo não sabe esperar, pois ele teme pôr ter algum tipo de desapontamento que venha a sofrer numa situação tão almejada, por isso, se preenche com uma série de critérios, e planejamentos, na tentativa de se dar bem na situação, tornando-se altamente ansioso.

As pessoas ansiosas não vivem no presente, elas se recusam a entrar no vazio de agora e deixar o depois para o depois. Elas insistem em se preparar para situações futuras, querendo se prevenir de uma série de coisas que só existem na sua cabeça. O futuro, não existe de fato. Ele se fará de uma maneira diferente daquilo que podemos imaginar.

A imaginação é baseada em situações que vivem no passado, enquanto que o futuro será composto de novos elementos que ainda não compreendemos, pelo simples fato de ainda não termos vivido nele.

A ansiedade impede a pessoa de viver intensamente a sua vida.

Viver a vida é participar ativamente da realidade presente.

Ficar pensando no ontem, ou imaginando como será o amanhã, provoca uma intensa atividade mental, ocasionando uma perda de energia que poderia ser usada na situação presente, com isso, reduz os estímulos de atuação na realidade, fazendo com que o corpo permaneça parado enquanto a mente dispara.

Essa atitude provoca no organismo um padrão de comportamento que compõe o quadro da compulsão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *