5 maneiras de parar de deixar o medo controlar sua vida

Medo de fracasso, medo de rejeição, medo de que nós não somos o suficiente – o medo é um sentimento comum que percorre todas as nossas vidas. E se deixarmos, o medo pode nos manter trancados na prisão do confortável e previsível.

Mas há também uma maneira que o medo pode servir como um motivador, ajudando-nos a romper a frustração para alcançar a vida que realmente desejamos.

Como você adota essa mentalidade e perspectiva ? Como você vive uma vida em que o medo se torna seu aliado, não seu inimigo ?

ansiedade generalizada medo 5 maneiras de controlar o medo GATDA

Aqui estão 5 dicas para parar de deixar o medo controlar a sua felicidade e começar a alavancar o medo para sua vantagem:

Determine o quanto o medo afeta seus planos e desejos

Pergunte a si mesmo o que vai te custar se você continuar deixando de concretizar muitas coisas na suia vida por medo.

Tente imaginar-se quando você tem 80 anos, chegando ao fim de sua vida. Você está sentado no seu sofá, refletindo sobre como você viveu sua vida. Agora, olhe para trás em sua vida como se você não tivesse alcançado o objetivo que você está procurando neste momento em sua vida. Como isso afetou o curso de sua vida? Quais são seus arrependimentos? O que você deseja que você tinha feito mais tempo para? O que você gostaria que você tivesse tentado? Existe tristeza e arrependimento? Você está se perguntando, “e se …?”

Reconhecer as desculpas

É fácil deixar nossas esperanças, desejos e sonhos de lado. Nós sempre criamos desculpas: não há tempo suficiente, eu não tenho o dinheiro ou os recursos, eu tenho uma família, estou muito ocupado. E começamos a nos esconder atrás dessas desculpas. Porque elas nos mantem paralisados dentro de uma “zona de conforto”. As desculpas nos mantem em uma falsa “zona de segurança”. Mas, desculpas também fazem com que você nunca saia do lugar. Então lembre-se disso na próxima vez que uma desculpa surgir em sua mente. Ao tornar-se mais consciente da capacidade do seu cérebro para usar desculpas para que você não será responsabilizado, não as aceite mais !

Adote uma mentalidade de crescimento

As pessoas muitas vezes desistem do que querem porque acreditam que alcançar seu objetivo está além de suas habilidades. Mas as pessoas mais motivadas e realizadas, que não permitem que seus medos as paralisem mantem uma mentalidade de crescimento. Eles não pensam em suas habilidades como fixas, mas sim como flexíveis. E quando confrontados com um dificuldade ou algo que não dominam, eles se esforçam mais. Eles adotam uma nova estratégia. Eles continuam buscando uma solução.

A dor pode ser inspiradora

As experiências mais dolorosas podem ajudar a definir o que você quer, e o que você não quer na vida. Fracasso, desapontamento, becos sem saída – todos eles podem ser usados como um meio de refletir e dizer, “isso não funcionou para me dar felicidade. Então o que eu realmente quero? “Lembre-se, somos criados para nos adaptarmos a novas situações. Então abrace esta força e use cada experiência como uma ferramenta para ajudá-lo a aprender mais sobre si mesmo e o que você realmente quer ter na vida.

Saiba que o erro é inevitável

Você falhará. E isso é apenas parte do processo. Qualquer pessoa bem sucedida irá dizer-lhe isso. Mas a falha oferece idéias e corrige as maneiras erradas de abordar um problema. Não há nenhum professor tão impactante quanto o fracasso. E nenhuma lição de resiliência melhor do que a rejeição. Mas se você usar essas experiências como informações exclusivas para ajustar suas estratégias e abordagens, da próxima vez, você terá uma vantagem que ninguém mais terá.

Texto: Valéria Lemos Palazzo

Psicóloga Coordenadora do GATDA

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *